Vale a pena reformar apartamento alugado?

Por Leonardo Stadler | 22 de junho de 2022 às 16:03

 

Se você fez a locação de um imóvel, porém, ele não está exatamente da maneira que gostaria, é comum vir o questionamento: Vale a pena reformar apartamento alugado?

O aluguel muitas vezes é a melhor opção a ser tomada para transformar algum imóvel no seu lar, mas existem limites a serem observados quando o assunto diz respeito a reformas.

Antes de qualquer atitude com relação ao assunto, é importante saber que se você pensa em mudar a estrutura do apartamento, é fundamental verificar o projeto, e devidas autorizações com o proprietário.

Na conversa com o proprietário, devem ser apresentadas as ideias negociar uma possível redução do aluguel sobre os valores a serem investidos na reforma.

No entanto, o locador pode não ter interesse nessa possibilidade, o que é do seu direito.

Neste post, apresentaremos detalhes e se vale a pena reformar apartamento alugado. Continue lendo e saiba mais sobre esse interessante assunto!

Posso reformar apartamento alugado quando eu quiser?

Você não pode reformar apartamento alugado quando quiser.

Como já mencionado, o primeiro passo é verificar se as reformas não irão prejudicar a estrutura do edifício, o que é um impeditivo para qualquer tipo de manutenção.

Na sequência, é necessário a autorização do proprietário que pode não concordar com a reforma.

Surge então outra dúvida! E se a reforma envolver apenas mudanças de mobiliários, como uma melhora na cozinha ou troca das louças sanitárias do banheiro, é possível de ser realizada?

Mais uma vez, será necessário que o proprietário aprove a mudança.

Caso isso venha a acontecer, é importante que o acordo seja formalizado, ou seja, que o locador autorize por escrito as mudanças que serão realizadas, esse documento deverá ser anexado ao contrato de locação.

O ideal seria realizar a negociação das reformas antes de fechar a locação, quando em uma vistoria de entrada poderia inclusive ser negociado essas mudanças, fazendo parte de uma cláusula do contrato a ser assinado.

Nessa vistoria, alguns problemas podem ser localizados, então o proprietário deverá assumir as despesas, possibilitando que o imóvel seja entregue nas condições ideais para a sua habitação, como, por exemplo:

  • instalações elétricas,
  • instalações hidráulicas,
  • fechaduras de portas e janelas,
  • rachaduras de pisos e azulejos,
  • infiltrações,
  • problemas no telhado.

O que pode ser feito na reforma?

Muitas vezes, para reformar o apartamento alugado, você terá o apoio do proprietário, afinal de contas, a reforma valorizará o imóvel, o que sempre é muito bom para todos os envolvidos.

O locador ganha com a manutenção de um bem que lhe pertence e o locatário melhora o conforto e o visual do ambiente na qual escolheu para residir.

Supondo que exista um acordo com o proprietário e que você esteja autorizado a realizar as reformas, as mais comuns são as seguintes:

Pinturas

Vale a pena reformar apartamento alugado?

A pintura é uma possibilidade bastante comum para quem deseja reformar apartamento alugado, pois deixa o imóvel com a “cara” dos seus moradores.

Muitos pais desejam deixar o quarto das crianças com cores mais vivas e que combinem com os móveis e brinquedos que estarão no ambiente.

Outros gostam de dar um toque de arte nos diversos cômodos, afinal, estarão convivendo naquele local por algum tempo, então, nada melhor do que deixá-los do seu estilo.

Porém, não esqueça de verificar no contrato se existe alguma cláusula que, ao final do contrato e de sua saída, o apartamento deverá ser entregue com uma pintura em determinada cor.

Essa cláusula implica em um novo ajuste na pintura caso ocorra uma possível mudança, o que significa um novo custo que você terá que absorver ao final do contrato.

Instalações em banheiros

As instalações em banheiros também são comuns em uma mudança, quando os moradores desejam modificar:

  • duchas ou chuveiros,
  • assentos sanitários,
  • torneiras.

É importante guardar todo o material que foi retirado, para que possam ser reinstalados em sua saída, afinal, você poderá levar consigo aquilo que investiu e lhe pertence.

Forrar paredes

A forração é uma excelente opção para quem deseja mudar o estilo do apartamento e o que é melhor, sem alterar a cor das paredes.

Portanto, é possível modificar os ambientes e instalar:

  • papel de parede,
  • espelhos,
  • adesivos, etc.

Porém, voltamos à mesma situação da pintura, quando ocorre a saída do imóvel, ou seja, devolvê-lo de acordo com o que está estabelecido em alguma cláusula que possa tratar desse assunto.

Incluir objetos

A inclusão de objetos não tem exatamente uma relação com reformar apartamento alugado, no entanto, eles modificam completamente o ambiente e também colaboram com o estilo que você pretende implementar ao seu novo lar.

Por isso, é normal a instalação de:

  • cortinas,
  • prateleiras,
  • quadros, etc.

Esses itens dão um toque especial a decoração e deixam os ambientes mais bonitos e com personalidade própria.

No entanto, não esqueça que ao final do contrato, os furos realizados nas paredes para a instalação desses objetos precisarão ser fechados e as paredes danificadas deverão ser recuperadas .

Limpezas em geral

A limpeza está longe de ser uma reforma, pois faz parte do cotidiano de todo imóvel, no entanto, é através dela que se pode ter uma noção da situação do apartamento alugado.

A utilização de materiais adequados de limpeza ajudam a retirar a sujeira das:

  • paredes,
  • azulejos,
  • pisos,
  • rejuntes,
  • revestimentos, etc.

Muito do que se imaginava ser motivo para reformar apartamento alugado pode ser reconsiderado a partir de uma boa limpeza. Assim, é possível verificar o que realmente é preciso trocar e o que está em boas condições de uso.

Leia: Alugar imóvel mobiliado vale a pena?

O que não pode ser feito?

Vale a pena reformar apartamento alugado?

Como se observa, muito pode ser feito para que um apartamento sofra as mudanças desejadas, porém, reforçamos o que não pode ser feito em um imóvel alugado.

Em primeiro lugar, derrubar paredes pode comprometer a estrutura da edificação, portanto, mesmo com o consentimento do proprietário é preciso verificar o projeto com o síndico essa possibilidade, sob pena de sérios acidentes.

Você também não pode levantar uma parede visando dividir um ambiente, exceção feita se o proprietário estiver de acordo, porém, nesse caso também é preciso verificar as regras condominiais para a realização da obra.

Trocar pisos e azulejos é outra situação que precisa de aprovação do locador, mas, independente disso, é preciso fazer alguns cálculos para verificar se vale a pena o investimento.

Qual o tempo que você pretende ficar no imóvel e qual o custo dessa reforma?

Avalie com atenção essa possibilidade antes de executar essa trabalhosa tarefa.

Como se pode observar, muito pode ser feito para deixar o novo apartamento da maneira que você imagina e gosta, porém, cuidados precisam ser tomados.

Quando o imóvel está locado através de uma imobiliária todo o trâmite poderá ser facilitado. Pois é papel da imobiliária intermediar as negociações entre inquilinos e proprietários.

Se você está procurando um imóvel para alugar, mas ainda tem dúvidas sobre as regras para reformar apartamento alugado, conte com a Adquira Imóveis. Estamos à disposição para ajudá-lo a encontrar a melhor opção e orientá-lo a respeito desse e de outros assuntos que envolvem locação!

Adquira Imóveis utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência no site. Ao prosseguir, você concorda com a Política de Privacidade da Adquira.
Prosseguir
Agência Yard